O que você precisa saber para Financiar imóvel

26/05/2019 03:20
O que você precisa saber para Financiar imóvel

O financiamento de um imóvel nada mais é do que um empréstimo que você faz com o banco quando quer comprar um imóvel.O banco paga a vista....

Quer  sair do aluguel e comprar a  casa própria?

A casa própria é sem dúvida o grande sonho para a maioria dos brasileiros. Apesar de parecer um sonho distante, atualmente os bancos oferecem diversas formas de financiamento imobiliário, facilitando a aquisição de imóvel com taxa de juros menores e formas de pagamento acessível, o que faz com que seja uma boa alternativa para quem está em busca da casa própria.

Mas antes de se comprometer por cerca de 35 anos em um contrato de financiamento imobiliário, é importante entender um pouquinho sobre este tipo de empréstimo.

  1. O que é financiamento de imóvel?

O financiamento de um imóvel nada mais é do que um empréstimo que você faz com o banco quando quer comprar um imóvel. O banco paga o valor do imóvel à vista ao proprietário e, você paga esse empréstimo ao banco, geralmente através de uma entrada (valor à vista) e o restante em parcelas, com juros.

  1. Quais são os requisitos mínimos para fazer um financiamento?

Cada banco e cada tipo de financiamento exigem requisitos diferentes, mas existem três requisitos básicos sem o qual é impossível fazer um financiamento:

a) Maioridade civil (ser maio de 18 anos)

b) Ter meios de comprovar renda

c) Não ter cadastro em órgãos de restrição ao crédito

 

  1. Como funciona o processo de financiamento de um imóvel?

a) Atenda os pré-requisitos: Sem atender os atributos exigidos, a sua solicitação de financiamento do imóvel será rejeitada pela instituição financeira.

b) Faça a simulação do financiamento: Existem vários bancos no mercado oferecendo muitos pacotes de financiamento, o que significa dezenas de condições de pagamento e taxas de juros diferentes para você escolher. Então a simulação é parte muito importante no processo de financiamento, pois ela quem vai te mostrar quais as melhores opções de financiamento que se encaixam no seu perfil e nas suas necessidades. Atualmente é possível fazer a simulação através do próprio site da instituição, alguns bancos, como a Caixa Econômica Federal, ainda possui pontos de correspondência bancária que podem fazer a simulação pra você sem custo algum.

c) Compareça ao banco: Após fazer a simulação é importante ir até o banco ou até um correspondente bancário para conversar com o gerente ou com o correspondente, ele irá analisar se existem outras opções de financiamento que se enquadram melhor de acordo com seu perfil e necessidade.

d) Faça o cadastramento: O próximo passo é levar seus documentos até o banco ou correspondente bancário, para realização do seu cadastro. Geralmente, os documentos exigidos são RG, CPF, comprovante de estado civil, comprovante de endereço e comprovante de renda. Se for casado ou conviver em união estável, o banco exigirá os documentos do seu cônjuge ou parceiro.

e) Análise de crédito: Depois de realizado o cadastro na instituição bancária, suas informações passarão pela análise de crédito. Na análise de crédito o banco confirma suas informações, verifica se o seu nome é cadastrado na lista de restrição ao crédito, se a sua renda é suficiente para quitar a dívida do financiamento. Para que o banco não tome prejuízo é muito importante se assegurar que você terá como pagar o financiamento, por isso, cada aspecto do seu cadastro é levado em consideração antes da pré-aprovação do financiamento. Via de regra, o valor do financiamento concedido não pode comprometer mais do que 30% da sua renda em suas parcelas.

f) Avaliação do imóvel: Nesta fase você deverá informar ao banco qual imóvel deseja financiar e seu valor. Esse imóvel irá passar por uma avaliação feita pelo próprio banco para confirmar o seu real valor. Agora o banco também irá analisar os documentos do vendedor para certificar-se que o imóvel não possui nenhuma pendência judicial ou legal.

 

g) Assinar o contrato: Depois da confirmação do valor, bem como de outros detalhes sobre o imóvel, o banco entrega o contrato para ser assinado por você e o seu vendedor. Esse contrato deve ser registrado em um Cartório de Registro de Imóvel, o qual torna você legalmente reconhecido como o proprietário do imóvel.

h) Pagar as parcelas: A partir desse momento, você deverá cumprir o financiamento imóvel nas formas e condições estabelecidas no contrato. Se você tiver interesse poderá quitar o financiamento antes do prazo estipulado pelo banco, basta entrar em contato com o banco e negociar a quitação.

i) Registrar o termo de quitação: Por fim, após cumprir o contrato de financiamento de imóvel, a instituição financeira emite o termo de quitação de imóvel. Este documento é a prova legal de que você concluiu o contrato, não recaindo sobre o seu imóvel qualquer pendência financeira com o banco. Através do registro do termo de quitação de imóvel no Cartório de Registro de Imóvel, você poderá solicitar a averbação da quitação na matrícula do imóvel, o que possibilita a transação do bem para terceiros.

  1. Como é definida a taxa de juros dos financiamentos?

Os financiamentos diferem de acordo com o valor do imóvel e a renda do comprador. Essas informações são balizadoras para definir qual taxa de juros será aplicada em cada contrato. Alguns imóveis novos podem ser enquadrados no programa “Minha Casa, Minha Vida”, desde que respeitando as exigências estipuladas pela lei.

. Em que casos é possível usar o FGTS?

O FGTS pode ser usado para adquirir um imóvel próprio, pagar prestações, amortizar ou liquidar saldo devedor de um financiamento bancário de imóvel residencial em andamento.

  1. Até que percentual da renda os bancos deixam ser comprometida com a mensalidade do empréstimo?

As instituições financeiras só concedem o crédito caso a prestação mensal não exceda 30% da renda bruta familiar ou individual.

  1. Quem pode usar os benefícios do plano ‘Minha Casa, Minha Vida’?

 

O programa minha casa minha vida foi criado para dar possibilidade de todas as famílias terem sua casa própria. Por isso, o programa é realizado de acordo com a faixa de renda familiar mensal. Programa é dividido em 4 faixas de renda. São elas, Faixa 1; Faixa 1,5; faixa 2; faixa 3. O interessado não pode possuir nenhum imóvel quitado ou em financiamento em seu nome, nem estar com o nome sujo nos sistemas de proteção de crédito.

  1. O que acontece se o cliente deixar de pagar as prestações?

Tanto a construtora como a instituição bancária podem exigir o imóvel de volta por falta de pagamento, até mesmo de forma extrajudicial. Basta ter 3 parcelas atrasadas para abrir essa possibilidade. Tenha sempre uma reserva para assegurar seus direitos.

 

 

 

Comments